O filme nacional retrata o amor entre duas pessoas de crenças diferentes

Uma comédia brasileira para todos os gostos…ou religiões. Amarração do Amor mistura comédia com uma pitada de lição de vida. O que acontece quando duas pessoas, de famílias de diferentes religiões, se apaixonam e decidem se casar? A confusão é certa.

Bebel é uma veterinária e tem pais judeus. Lucas, médico residente, tem família umbandista. O pai da noiva sempre sonhou com um casamento que siga as tradições judaicas. Já a mãe do noivo, quer que o evento aconteça em seu terreiro de umbanda. Ao longo do filme nós nos deparamos com a guerra entre as famílias e que uma hora acaba sendo travada entre o casal, botando o futuro do matrimônio em risco.

O filme consegue usar do humor para debater um assunto tão presente nos dias atuais: a intolerância religiosa. De uma forma leve, a produção mostra a importância de ambas as religiões no Brasil. Mas, ao analisar o filme como um todo, nos deparamos que uma família tem mais tempo de tela que a outra.

A escolha de elenco para o filme foi ótima, mas a atriz Cacau Protássio (que interpreta a mãe de Lucas) roubou a cena ao longo do filme, sempre demonstrando seu encanto e grande atuação. Assistindo o longa, a atriz consegue tirar o protagonismo do casal, que não passa a verdade em sua atuação.

A comédia nacional Amarração do Amor é uma boa produção para ajudar o público refletir sobre as diferentes religiões que existem em nosso país, mostrando que todas merecem respeito.

O filme é dirigido por Caroline Fioratti e escrito por Carolina Castro, Marcelo Andrade e Caroline Fioratti. Além de Cacau Protássio, o filme conta com Bruno Suzano, Ary França, Malu Valle, Mauricio de Barros, Lorena Comparato, Vinicius Wester, Ramon Francisco, Cassio Pandolfh, Bel Kutner, Berta Loran, Gilberto Marmorosh (in memoriam), Clementino Kelé e Carla Daniel no elenco.

Amarração do Amor/ Divulgação/ Paris Filmes

*O 9noandar foi convidado pela Paris Filmes para a cabine de imprensa do longa.

Um comentário em “Amarração do Amor aborda o respeito entre religiões usando o humor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s