A HBO MAX lançou, em 2020, o programa culinário “Selena+Chef” com a cantora Selena Gomez e esse ano produziu a versão brasileira da atração. Apresentada pela cantora Sandy, o programa convida – a cada episódio – um renomado chef que a ajudará a preparar uma receita.

“As gravações foram uma delícia. Recebi esse convite inusitado pouco tempo antes, no começo de julho e achei uma coisa diferente. Eu amo programa e reality de culinária, assisto vários”, comenta Sandy.

O programa “Sandy+Chef” foi gravado durante a pandemia, entre julho e agosto, de forma remota. Os participantes convidados por Sandy eram todos da família, incluindo seus pais, irmão e marido, o cantor Lucas Lima. Segundo a cantora, ter a família junto auxiliou na logística, na administração da cozinha e a deixar tudo mais prático.

Na atração, nós somos apresentados a uma Sandy mais descontraída, extrovertida e que está disposta a aprender tudo sobre culinária.

Para Sandy, um dos desafios do programa foi preparar os pratos sendo ensinada a distância pelos chefs. “Quando a pessoa está ao seu lado, você fica olhando de perto e a pessoa te mostra melhor. Pela câmera e a tela, ás vezes não dá para entender direito e ainda tem o delay da internet, que te deixa mais tensa”.

Antes do “ação”, a cantora e a produção trabalharam juntos para enquadrar o programa no formato original. Ao ler o roteiro, Sandy tinha comentou o que podia ou não comer, mas para algumas coisas ela abriu exceção e experimentou alimentos que não estava acostumada em seu cotidiano, como peixe de rio. “Quando é preparado por um chef fica muito bom, ele sabe harmonizar as coisas de uma forma tão maravilhosa que até o que não gostamos, podemos gostar”.

Durante os episódios, Sandy recebe virtualmente os chefs para ensiná-la receitas incríveis. Inclusive, o convite da participação de alguns chefs foram ideia da própria cantora. “Eu dei algumas sugestões e um eles acataram, a chef Paola Carosella. Eu estava com uma expectativa grande, sou fã, ela é muito simpática, querida e teve paciência comigo”. Não houve nenhuma mudança no formato original pronto, que já tinha sido experimentado com a Selena Gomez.

Sandy confessa que ama cozinhar, mas que não tem muita prática e é um pouco estabanada. Mas isso não a impede de ir para a cozinha colocar a mão na massa. Ela comenta que sua atuação na cozinha vai muito de sua intuição. “Eu tenho um pensamento, uma percepção para a gastronomia, mas prática zero”.

Com a pandemia, muitas pessoas ficaram em casa e começaram a consumir mais produções sobre tudo, incluindo culinária. Para Sandy, gastronomia é um assunto coletivo, de interesse e na maioria das casas, as pessoas preparam o próprio alimento. “Eu desejo que o programa inspire as pessoas a cozinharem mais. E como a culinária é uma coisa mágica, quando a gente entra em contato com isso, começamos a nos encantar, a gostar mais. Então eu espero que o programa faça isso com o público”.

O melhor do programa é que a cada episódio, o chef convidado escolhe uma ONG de gastronomia para receber R$ 25 mil reais doados pela Sandy e a equipe do “Sandy+Chef”.

Chef Paola Carosella no Sandy+Chef/ Divulgação HBO MAX

A arte de cozinhar

De sashimi a baião de dois, Sandy aprendeu uma receita nova a cada episódio e com isso, se desafiou cada vez mais. Mas explica que nenhum prato foi complexo demais apesar de ser iniciante na gastronomia. “Eu só achei um pouco difícil a receita do chef Tsuyoshi Murakami, enrolar e fazer uma florzinha na apresentação do prato, mas ficou muito linda”, e complementa, “Filetar o peixe foi muito desafiador, porque eu nunca cheguei perto de uma coisa dessas e cortar abóbora também, porque era muito dura e eu fiz isso pela primeira vez. Mas deu tudo certo”.

O programa “Sandy+Chef” proporcionou a Sandy experimentar comidas que não está tão acostumada a preparar, como peixe de rio. Ao ser elaborado pelo chef Thiago Castanho, a apresentadora e a família foram conquistadas pela receita. “Ele fez de um jeito que eu comi babando e grande parte da minha família também não gosta de peixe nem de peixe de rio, e eles amaram. Então, para mim, foi o que mais me surpreendeu ao longo do programa”, desabafou a cantora.

Uma das receitas que mais a fascinou foi elaborada pela chef Renata Vanzetto. “Eu fiquei bastante surpresa com a simplicidade da preparação dos pratos e o resultado maravilhoso. Os temperos que ela trouxe foram absolutamente compatíveis com o meu gosto e eu acho difícil que alguém não gostasse”, comenta.

Ao aprender diversas receitas gastronômicas, Sandy chegou a reproduzir o crumble de manga ensinado pela chef Paola Carosella em casa. “Foi o único que tive confiança de fazer e que memorizei a receita. Eu, também, já tinha feito antes, mas não de manga. Eu quero ver de novo o programa, tenho algumas coisas anotadas, mas ainda não consegui decorar as receitas direito. Porém, o crumble de manga foi sucesso com a família”.

Para Sandy, cozinhar é uma forma de arte, assim como escrever música. Questionada sobre o porquê, a cantora comenta que a ‘culinária também é uma forma de expressão’, já que possui vários processos de preparo e ao final, acontece sempre uma mágica.

Ademais, completa que a culinária é uma arte que precisa de estudo, atenção, percepção e técnica. “A gastronomia vem de um lugar de inspiração, eu considero uma super arte maravilhosa e traz um conforto físico que é lindo de ver”, comenta. Segundo ela, a culinária é uma forma de reunir pessoas, celebrar, agregar e trazer união e harmonia.

Além de desenvolver novas receitas, Sandy também anotou muitas dicas dos chefs convidados: como manter a calma, ter concentração em tudo o que estiver fazendo e ter muita organização para tudo fluir melhor de forma profissional. Os aprendizados obtidos a ajudaram a planejar mudanças em sua cozinha e na forma como prepara os alimentos. “Eu descobri que dá para provar algo que não gosto se for feito de um jeito apropriado, bem pensado e por alguém que entende do assunto. Mas se a gente estudar e souber o que tá fazendo, dá para fazer qualquer coisa mesmo com o paladar exigente”.

Ao participar – e comandar- um programa culinário, Sandy ficou com a sensação de missão cumprida e está tão apaixonada pela gastronomia que pretende tornar isso um de seus principais hobbies. “Eu gostei do aprendizado. Eu acho que é um começo para que se torne um hobbie constante mesmo, parece que eu ganhei um presente, uma habilidade a mais que eu posso oferecer para as pessoas que eu amo. Porque cozinhar é um gesto de amor e para mim, isso significa muito”.

Com cerca de 6 episódios e duração de 30 minutos cada, o programa é uma boa opção para assistir com a família em um domingo a tarde (ou todos os dias da semana!). E está disponível na HBO MAX.


O 9noandar participou da coletiva de imprensa do programa “Sandy+Chef” a convite da HBO MAX Brasil.

Um comentário em ““Sandy+Chef” é o novo programa culinário e agradável da HBO MAX

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s